ESCREVENDO 1000 HISTÓRIAS


Estou eu dentro do carro, ouvindo música e de repente surge ideia para uma história. Ou estou no ônibus e a ação estranha de alguém faz nascer um personagem e consequentemente uma história. Ou também estou sentada no quintal olhando para as belíssimas folhagens verdinhas dançando ao vento e NASCEU OUTRA HISTÓRIA!


Eu acredito que não sou o único ser humano (escritor) que tem histórias saindo até pelos olhos e pior do que lotar o cérebro de história (o que talvez nem seja tão ruim assim) é você querer escrever todas as histórias! Você está desenvolvendo algo, mas a história nova, que surgiu, parece ser muito mais legal e você quer escrever ela também. Eu sou assim, muito assim.

Algumas vezes estou escrevendo cinco histórias ao mesmo tempo, alguns podem pensar que é loucura, que é um método desorganizado de escrever, mas a questão é que não existe um método correto, cada um escreve da forma que melhor consegue trabalhar. O importante é não ficar ziguezagueando por diversas histórias, começar mil histórias, não terminas as mil, começar outras 500 e também não termina-las. É ai que mora o problema. 

Já fiz muito disso e nesse ano eu estou me empenhando de verdade em mudar muitas das minhas atitudes quanto ao modo como escrevo, me esforçando para ter mais compromisso e focar ainda mais em minhas histórias, tanto que hoje eu estou desenvolvendo apenas duas histórias, um número baixo para alguém que já começou várias e não terminou praticamente a maioria delas. 

Escrita é um mundinho bem complexo, ele não ter formas, não existe meios pré-definidos, apenas meios que dão certo. Já me senti mal pensando estar errada em escrever várias histórias ao mesmo tempo, mas hoje vejo que o que fazia eu me sentir mal era o fato de começar e não terminá-las. Se você quiser escrever uma história apenas, ou escrever 10, vá em frente, cada um sabe quais são os seus limites, cada um acha a sua forma de se organizar, o importante é você não desistir e finalizar!

You May Also Like

6 comentários

  1. Eu sou assim de tempos em tempos. Um belo dia eu acordo inspirada e vejo histórias em tudo quanto é lugar! Ai logo depois eu olho pro lado e a inspiração fez as malas e me deixou. Simples assim. Em ambos os casos o meu erro é que eu geralmente não escrevo todas elas no papel KKKKK Ai quando eu esqueço eu fico querendo escrever KKK É complexo! Um beijo : *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vish, direto passo essa coisa de ter uma ideia maneira e depois simplesmente esquece-la hahaha é um sofrimento, porque as vezes é uma ideia boa. Teve uma época que eu passei a anotar as ideias, mas larguei mão logo em seguida.
      O meu problema é que crio histórias de mais e não escrevo nenhuma, não dá tempo de começar uma que já vem outra atropelando em seguida haha

      Excluir
  2. Eu sou exatamente assim! Estou com mil histórias na cabeça mas fico receosa de começá-las logo pelo demora que pode levar por estar escrevendo outras. Mas eu tenho uma coisa de não conseguir ficar em paz enquanto não terminar uma história, acho que isso é bom porque assim eu consigo finalizá-las! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é ótimo! As vezes é um sofrimento conseguir terminar uma história, mas nada consegue descrever o sentimento de finalizar algo, tem gente que tem dó de finalizar uma história, enquanto eu não vejo a hora de fazer isso. É legal escrever, é maravilhoso, mas convenhamos, terminar é ainda melhor <3 hahaha

      Excluir
  3. Oi Gabi, me sinto assim diante dos meus projetos. Estou me politizando para terminar algo que começo, assim me mantenho mais organizada!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu comecei a me politizar também, porque já cheguei a escrever mais de 5 histórias ao mesmo tempo! Escrever várias não é bem o problema, se tu consegue dar conta vai em frente, o problema é não terminar nada.

      Excluir

O que dizer dessa pessoa que está escrevendo um comentário? TE CONSIDERO PAKAS!