VOLTEMOS A FALAR DOS LEITORES FANTASMAS

08:02 10 Comments A+ a-


No ano passado eu fiz um post intitulado Não Seja Um Leitor Fantasma, por um bom tempo ele ficou entre os mais lidos aqui no blog e não fosse por mais, vendo que os tais leitores fantasmas são um pesadelo na vida de quem pública algo na internet e espera ter algum feedback, no entanto ele simplesmente não vem. 

Desde novembro quando eu postei esse texto, eu posso dizer que muita coisa vem mudando, aquele post demonstrava algo que eu estava pensando naquele momento e precisava falar. Não vim dizer “oi, já não ligo mais para isso, retiro tudo o que disse”, eu realmente não ligo muito, mas não estou aqui para desmentir o que já falei, afinal imagine como seria maravilhoso se todos comentassem sempre que lessem algo!

Porém essa coisa de leitor fantasma envolve muito mais assunto do que apenas o fato dos comentários inexistentes. 

Eu já vi discussões não muito amistosas se iniciarem por conta disso, de um lado autores querendo um feedback e do outro alguns leitores querendo que seus comentários sejam respondidos. E ai, quem está certo?

Pensando comigo mesma e tomando isso como a minha opinião, o problema não está na falta de comentário, ou de respostas, o problema está mesmo quando tentamos tomar isso como uma obrigação. "Quem leu é obrigado a comentar, assim como comentários são obrigados a terem respostas". Por que gastar tempo e energia brigando por conta disso? Eu, sinceramente, não vou ficar implorando por comentários, da mesma forma como não vou chorar por uma resposta daquele comentário que fiz. Não é muito mais fácil e simples você fazer algo porque quer e sentir que seu "dever" está feito? Você não precisa ficar esperando nada do outro.

O meu verdadeiro prazer está em escrever, se eu tenho que gastar alguma energia vai ser escrevendo a história, que é o que realmente me importa, o que no fim das contas me faz feliz. A partir do momento em que coloco essa história na internet, o que vem depois eu vejo como lucro, como um extra pelo bom trabalho e dedicação. Eu não vou brigar por algo que já foge da minha ossada, não posso forçar ninguém a comentar, o meu trabalho está feito, a história está escrita. 

Não quero obrigar ninguém a pensar como eu, mas convenhamos, a partir do momento que isso passa a ser um problema na sua escrita/história, alguma coisa está muito errada e é preciso pensar no que está acontecendo, não? O que eu digo é: se importe menos com isso! Entenda, não estou dizendo que acho errado querer reconhecimento, querer que os leitores comentem, até eu quero isso! O que estou falando é: não coloque toda a sua energia nisso, pois ela vai esgotar mais rápido que uma garrafa de 500ml de água no meio do deserto. Então uma atividade que devia ser prazerosa, acaba virando o seu martírio, e ninguém quer isso, certo?

Todo o tempo e energia desperdiçado com essa "briga" podem muito bem serem melhores utilizados na sua história, ou em algum projeto novo. Foque em escrever (ou ler). No momento que um sorriso bobo, cheio de orgulho, surgir no seu rosto, lendo aquilo que saiu de dentro da sua cabecinha criativa, saiba que já valeu a pena, a pessoa mais exigente (e importante!!!!111!!11) que você poderia encontrar aprovou a história e essa pessoa é você, o que vem depois disso é lucro.

10 comentários

Write comentários
Carol Justo
AUTHOR
22 de julho de 2016 08:58 delete

Gente, amei esse texto, não tiro nem boto nada em cima do que você falou!

http://www.pinkisnotrose.com/

Reply
avatar
Fala, Cah!
AUTHOR
22 de julho de 2016 09:30 delete

Adorei o texto menina *-*
www.falacah.com

Reply
avatar
22 de julho de 2016 14:50 delete

Adoro quando você diz "o meu verdadeiro prazer está em escrever". Eu também adoro escrever, sempre gostei. E o meu objetivo com o blog era compartilhar coisas das quais eu gostava com outras pessoas, através justamente da escrita. Com as parcerias eu confesso que passei a me preocupar um pouco mais com os comentários e o alcance das publicações, mais por consideração às editoras do que por mim mesma. Porque, no fundo, eles me enviam os livros gratuitamente justamente para saber o que os meus leitores acham das histórias entende? Então quando não têm comentários isso acaba sendo um problema. Mas acredito que temos que nos propor a fazer as coisas de coração e com dedicação, e para nós mesmos acima de para os outros. Porque quando você ama o que faz, o primeiro passo já está dado para que outros possam gostar também. Um beijo : *

Reply
avatar
Beatriz
AUTHOR
25 de julho de 2016 17:35 delete

Não poderia concordar mais com o seu post! Eu criei o blog mais pra mim mesma, é o meu cantinho pra escrever e falar das coisas que eu gosto. Claro que adoro quando recebo comentários/seguidores, mas não é a minha prioridade. E também procuro sempre comentar nos blogs que gosto, mas só quando eu sinto que posso falar algo, quando o post me interessa. Acho que seria legal se mais gente pensasse nisso...
Enfim, adorei o post, beijos!

Vestindo o Tédio

Reply
avatar
27 de julho de 2016 05:34 delete

Eu acho que a "necessidade" em se ter comentários estás ligado á "necessidade" de ser reconhecido. Enquanto trabalharmos em busca de um reconhecimento faremos tudo por obrigação, mas a partir do momento que fazemos porque queremos e amamos, tudo o resto vem para contribuir, até mesmo os comentários né?! Amei o post <3

Reply
avatar
4 de agosto de 2016 09:46 delete

AE! Fico feliz de saber que não sou a única que pensa isso shauhas

Reply
avatar
4 de agosto de 2016 09:50 delete

Sim! Acho super valido o que você disse sobre a parceria. O ponto que eu falo é querer colocar o feedback acima de tudo, mas como vai ter um feedback legal se a pessoa as vezes nem se esforça para dar o seu melhor no que fez? Eu to em paz com a minha consciência, fiz a minha parte em escrever, não vou gastar a minha energia brigando com ninguém por feedback shuahsuahuas

Reply
avatar
4 de agosto de 2016 09:52 delete

"E também procuro sempre comentar nos blogs que gosto, mas só quando eu sinto que posso falar algo, quando o post me interessa." FALOU TUDO! Eu acho muito desnecessário essa ideia de "leu, TEM que comentar", as vezes a gente lê um texto pela curiosidade, mas simplesmente não tem nada a falar sobre, ai vai forçar um comentário mais ou menos, só pra dizer "comentei"? Eu prefiro dizer algo de útil a ter que forçar algo hsuahuas

Reply
avatar
4 de agosto de 2016 09:54 delete

Totalmente! Todo mundo quer ter o seu lugarzinho ao sol, quer ter o reconhecimento, o problema é que as vezes as pessoas associam isso a sucesso. "Tenho que ser famoso e popular pra saber que sou bom em algo". E não é bem assim, eu não sou famosa, não sou popular, mas cada comentário que recebe aqui já é um reconhecimento, não? Então não tem neura, não tem que se desesperar hsuahuash

Reply
avatar

O que dizer dessa pessoa que está escrevendo um comentário? TE CONSIDERO PAKAS!