ASSISTI NA NETFLIX: SE ENLOUQUECER, NÃO SE APAIXONE

12:17 0 Comments A+ a-


TÍTULO ORIGINAL: It's Kind Of a Funny Story
SINOPSE: Craig (Keir Gilchrist), estressado com as demandas de ser um adolescente e assustado com sua tendência suicida, decide buscar ajuda em uma clínica psiquiátrica. Internado por uma semana, ele logo é acolhido por Bobby (Zach Galifianakis), que se torna seu mentor, e se encanta com Noelle (Emma Roberts).
DIREÇÃO: Ryan Fleck, Anna Boden
ELENCO: Keir Gilchrist, Zach Galifianakis, Emma Roberts
CLASSIFICAÇÃO: Não recomendado para menores de 12 anos

Continuando a onda de resenhas de filmes, volto com mais um que vi na Netflix. 

Se enlouquecer, não se apaixone conta a história Craig, um adolescente que sob a pressão da escola, ir em busca de um futuro promissor, acaba se estressando a ponto de querer se matar e com medo de que acabe realmente fazendo isso, vai procurar ajuda em um hospital psiquiátrico. 

Esse foi um filme que eu terminei com os olhos marejados, tudo bem que não é muito difícil um filme me levar as lágrimas, mas isso não desvaloriza todo o sentimento real que o longa me passou.

Craig é apenas um adolescente, ele estuda em uma das escolar mais prestigiadas de New York, uma escola que prepara os adolescentes para uma boa universidade, para construírem um futuro promissor e bem sucedido. Acredito que Craig é aquela personificação de uma situação em que muitos jovens se encontram, quem nunca sentiu que ao chegar no terceiro colegial estava chegando ao fim da linha? Quando estamos para deixar o ensino médio, existe toda aquela pressão sobre o futuro, as pessoas parecem esperar que você se torne um adulto de um dia ao outro, todos querem que você faça uma boa faculdade e tem que ser um curso que depois vá dar algum dinheiro. Craig é essa pessoa, o pai quer que ele seja bem sucedido e toda essa pressão leva o rapaz ao limite a ponto de querer tirar a própria vida.

Mas de longe, Craig é o único personagem que merece destaque, apesar de ser o protagonista. Quando o jovem é internado no hospital psiquiátrico, logo ele conhece o estranho Bobby, aquele amigo improvável que você só conheceria em um momento especifico da vida, como a situação em que Craig se encontra. Também temos a Noelle, interpretada pela linda Emma Roberts, que acaba caindo nos encantos do acanhado Craig. 

O filme é sobre se encontrar, entender quem é você e o valor da vida. Em uma semana que Craig passa no hospital, ele se reencontra, descobre o que lhe motiva, descobre novos e improváveis amigos e assim como as pessoas à sua volta o ajudaram de alguma forma, ele também ajuda outros a se encontrarem, como por exemplo, Muqtada, um egípcio que divide o quarto com o Craig, um homem que passa os seus dias no hospital deitado em sua cama sem conversar com ninguém, é um personagem que tem um desfecho lindo no filme, rolou uma lágrima no meu rosto, e tudo porque Craig se permitiu ouvir alguém. 

É um filme que te deixa com o corpo leve após assisti-lo, trás de uma forma divertida e leve descobertas simples, que podem fazer a diferença em nossas vidas, que pode tornar essa nossa caminha mais leve. 

Uma das minhas cenas preferidas do filme, para você se convencer em assistir.

O que dizer dessa pessoa que está escrevendo um comentário? TE CONSIDERO PAKAS!