RESENHA: FANGIRL

08:23 4 Comments A+ a-


TÍTULO ORIGINAL: Fangirl
SINOPSE: Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme.
Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou
na vida real.
Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto.
Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências.
Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?
AUTOR(A): Rainbow Rowell
PÁGINAS: 424
Livro único. 

Já faz algum tempo que não venho falar de algum livro, depois de eu ter derramado as minhas lagrimas com o Ciclo da Herança eu só li mais UM livro. A minha fossa foi mais intensa do que eu acreditava ter sido e enquanto eu escrevo esse post, faz cerca de dez minutos que terminei um livro. E é com muito prazer, muita animação e amor que venho falar sobre FanGirl ao som de History do One Direction.

Eu já vi muitas pessoas falarem de Fangirl e existe um único e grande motivo que me fez ler esse livro: A PERSONAGEM PRINCIPAL ESCREVE FANFICS! Bastou isso para me conquistar, comprei o livro e ele foi o escolhido para me fazer superar a fossa de Herança. 

Inicialmente eu estava lendo o livro muito lentamente, talvez por preguiça, por dar preferência em escrever ao invés de ler, enfim, só sei que estava há mais de um mês enrolando com esse livro. E hoje ("hoje" quando era 01/12), vendo que teria um longo dia fora de casa, ter um livro comigo era um caso de necessidade. Eu dixavei o livro, praticamente liquidei mais da metade dele em um único dia. 

Além do grande atrativo de Cath, a personagem principal, ser uma escritora de fanfics, eu percebi que éramos (somos) terrivelmente parecidas. Eu acho que nunca me identifiquei tanto com uma personagem como me identifiquei com Cather! Em alguns momentos parecia que eu estava lendo sobre mim, sobre algo que provavelmente eu faria naquela situação. 

Cath é aquela pessoa introvertida, que quando é fã de algo (no caso dela, os livros do Simon Snow) dedica a vida a isso, também é cabeça dura, não suporta mudanças... As vezes eu pensava “menina deixa de ser besta!”, ai um segundo depois “ok, eu teria feito o mesmo”. No inicio, nos primeiros dias dela na universidade, quando Cath se recusa a ir fazer suas refeições no refeitório do campus por pura vergonha e medo do “novo”, me lembrou totalmente uma situação que eu passei quando comecei meu estágio. Eu fiquei algumas semanas em treinamento em São Paulo (capital), era um ambiente totalmente novo, meu primeiro emprego, eu tinha MEDO de ir ao banheiro, então passava as 6 horas do estágio sem beber água para não precisar ir ao banheiro. CATH, MINHA MANA!

Ok, já entenderam que eu gostei da Cather, certo? Vou focar nos outros personagens, que são tão incríveis quanto ela. Primeiro uma menção honrosa ao incrível pai dela, a imagem que é passada dele é de um cara tão maneiro, tão legal, maluco, que eu tinha vontade de abraça-lo e chamá-lo de pai (amo meu pai também gente).

Cath tem uma irmã gêmea, Wren, ambas extremamente idênticas, segundo a própria Cath são pequenos detalhes que podem diferenciar ambas, sendo o corte de cabelo o principal. Eu acho que não é spoiler eu dizer que no começo odiei a garota, espero não ter sido a única que queria meter um tapa na cara dela de vez em quando, só pra ver se ela não tinha algum ápice de lucidez. Mas não vou apenas ditar o ódio a ela, Wren também é legal, porém sou mais Cath.

Temos a mal encarada colega de dormitório da Cath (é sério, vou repetir o nome a cada duas linhas), a Regan. A primeira vista você pensa “ok, essa meninas deve ser uma psicopata”, mas no fim eu acabei desejando ser mais “bruta” como ela, pois você percebe que ela tem muita atitude e não deixa barato. 

Ah. E não posso (ISSO SERIA UM CRIME) deixar de falar do Levi, eu acho que em algum momento acabei criando certa paixão pelo garoto, desejo profundamente ter pelo menos metadinha do bom humor desse garoto. A forma como Cath fala dos diferentes sorrisos dele, da forma como ele tratava todos bem, até mesmo aqueles que ele não conhecia, me faz querer ser uma pessoa melhor, me faz querer ser mais alegre com a vida. 

Eu só tenho elogios para distribuir sobre esse livro. Gostei da forma como é feita a narração, soa quase como se alguém estivesse lhe contando a história (é em terceira pessoa), cada vez que a autora colocava um “gente!”, eu quase podia ouvi-la dando uma entonação mais exagera a palavra. 

Cheguei a última página com muito pesar (não ao nível de Eragon), mas por outro lado com muito amor, muito feliz e animada. Pela primeira vez me senti totalmente na pele de um personagem principal, eu compreendo a Cath! 

4 comentários

Write comentários
6 de janeiro de 2016 06:29 delete

Cara, eu amei esse livro. Terminei ele em meados de Dezembro e achei tudo tão fofo *---*
Gostei da resenha Gabi ♥

Reply
avatar
13 de janeiro de 2016 14:42 delete

ESSE LIVRO É UM AMOR <3 haha
Eu adorei de mais a história e os personagens, tudo muito fofinho e cheio graça.

Reply
avatar
Júlia S
AUTHOR
18 de março de 2016 12:53 delete

Quando eu comecei a ouvirsobre fangirl eu jurava que era um romance entre um ídolo e uma fã. Não é bem assim, certo? hahaha E por ela escrever fanfics: AMO E JÁ QUERO LER! Essa coisa de escrever fanfics e acabar entrando para a faculdade é o momento que eu vivo agora, quero ler mais, quero saber mais da história! Você me deixou com uma vontade de ir pedir dinheiro no sinal para comprar o livro ainda hoje!

Reply
avatar
19 de março de 2016 13:16 delete

Então, o Fangirl é porque a Catj é muitoooo fã de uma saga que agora esqueci o nome e ela escreve as fanfics dela baseada no mundo bruxo dessa saga. Eu me identifiquei horrores com a Cath, desde o fato dela escrever fanfics até a insegurança dela no começo da faculdade.
Além de ser uma história super divertida, ela é bem gostosa de se ler. E uma coisa muito legal é que a autora, entre um capítulo e outro, ela colocou trechos dessa saga que ela ineventou e trechos da fanfic da Cath, então tem histórias dentro de outra história, eu achei de mais! hsuahusa
Quando você ler, não esquece de fazer resenha u-u VOU QUERER LER hsuahusa

Reply
avatar

O que dizer dessa pessoa que está escrevendo um comentário? TE CONSIDERO PAKAS!