RESENHA: CICLO DA HERANÇA

12:05 0 Comments A+ a-


Sabe aquela fossa que vem com força quando você termina algo que virou sua vida? Quando você termina uma série que gosta muito e então parece que você não tem mais nada pra fazer da vida, perdeu a motivação. Nesse momento* estou me sentindo dessa maneira ao terminar de ler O Ciclo da Herança. Eu queria ter feito resenhas dos dois últimos livros separadamente, mas aconteceu que fiquei sem internet durante duas semanas e nesse meio tempo terminei de ler Brisingr, que eu estava enrolando uma vida pra ler por não sair da internet, ai já em seguida comecei Herança e o li EM TRÊS DIAS!

Agora estou na fossa, parece que nenhum outro livro no mundo vai me agradar e não sei o que fazer se não despejar todo o meu amor e recomendar a saga a vocês. 

Eu conheci Eragon pelo filme, porque sempre fui muito fã de coisas que envolvem dragões, eu me lembro de ter gostado do filme em minha inocência, ao descobrir que era baseado em um livro foi tipo “PARA TUDO! QUE EU PRECISO LER!”. Existia um porém, eu era apenas uma adolescente, desempregada que queria um livro que em alguns lugares chegava a quase 50 reais, minha mãe não parecia muito disposta a pagar isso em livro. Mas um dia eu consegui, eu comprei o primeiro livro da saga por TRINTA reais no Submarino (obrigada por realizar meu sonho). 

A saga em momento algum frustrou a minha expectativa e a espera pra ler valeu muito a pena. É interessante a forma como em cada livro você vai vendo o crescimento do Eragon e da Saphira, quando você chega as ultimas páginas de Herança, você fica com a mesma sensação que Eragon, como se tudo o que passou lá no começo tivesse sido há muito tempo. 

Eu adorei o destaque que é dado a Roran a partir do terceiro livro (Brisingr), sem sombra de dúvidas ele é um dos meus personagens preferidos, e é outra pessoa que você a amadurecimento dentro da história, em momento algum você imagina que aquele garoto do primeiro livro querendo levar apenas uma vida de lavrador ao lado da garota que ama, iria um dia se tornar o Martelo Forte. 

Saphira é um dragão que me faz querer deitar em posição fetal e chorar eternamente pelo fato de não existirem dragões, principalmente os que podem se comunicar por pensamentos. Eu adoro o jeito convencido e agressivo dela, quando ela ficava perguntando ao Eragon quando ela poderia esmagar os soldados do Império, eu ficava “VAI LÁ! ESMAGA TUDOOOOOO!”. Eu sou fã da Saphira!

Cheguei no último livro com expectativas de ver o temido Galbatorix em ação, afinal falam tanto do homem, eu queria ver ele dar o ar da graça. E quanto ao dragão dele (que tem um nome muito louco: Shruikan), enquanto eu lia a descrição do dragão descansando no fundo da sala do trono, dividi o sentimento de temor que Eragon sentiu.

Eu adoro os anões, principalmente Orrik, o laço de irmandade que nasce entre ele e Eragon é totalmente amável, acho que os melhores momentos entre eles acontecem em Eldest, que acredito ter sido o período que passaram mais tempo juntos. 

Os dois primeiros livros (Eragon e Eldest) eu os destacaria mais como o período em que Eragon está aprendendo o quanto pode sobre os Cavaleiros, a partir de Brisingr e seguindo para Herança, a coisa fica mais frenética, pois é quando estão de vez partindo pra brigar, dando à cara a tapa para o Império. 

Cheguei as ultimas páginas de Herança ao choro, que mal conseguia ler, o final me deixou devastada, mas não por ser ruim, mas porque ele deixa aquela sensação “PRECISO DE MAIS!!!!”. A saga termina encerrando um período, encerrando um grande acontecimento pro Império e você fica com aquilo na cabeça “Mas e depois?!”. E eu chorei. Chorei horrores porque terminei a saga que se tornou oficialmente a minha preferida, chorei pelo final. 

E vou encerrar esse post dizendo QUE QUERO CONTINUAÇÃO! Poxa, Paolini, o que vem depois? Ainda tem muita coisa pra acontecer. E digo, mais do que recomendo essa saga, ela é incrível, maravilhosa e já estou querendo chorar de novo. 

Agora estou querendo escrever uma fanfic pra suprir essa necessidade, porque eu sempre acho que a solução pra esse tipo de fossa é escrever uma fanfic, ai lembro que isso leva tempo de mais e fico só com a fossa mesmo.

Ciclo da Herança: ERAGON - livro 1 | ELDEST - livro 2 | BRISINGR - livro 3 | HERANÇA - livro 4


*O “nesse momento” foi há alguns dias, que graças a internet de cocô, eu não pude postar antes, mas a fossa está superada (ou mais ou menos hehe) e nesse tempo já comecei outro livro (Desejo Dos Mortos) e terminei ele em dois dias, depois falo sobre esse também :D

O que dizer dessa pessoa que está escrevendo um comentário? TE CONSIDERO PAKAS!