POR QUE EU ESCREVO?

14:44 4 Comments A+ a-


Segundo um calendário que encontrei pela internet ontem foi o Dia do Contador de Histórias. Bom, era para o post ter saído ontem, mas essa pessoa inteligente que vos escreve achava que na verdade era na segunda-feria (e olha que eu organizei um calendário!).

Enfim por conta dessa data eu resolvi fazer uma duas pergunta: por que escrevemos? Por que eu escrevo?

Eu gosto de pensar que todo mundo nasce com um ladinho contador de história e isso começando lá na infância. Quem nunca criou toda uma história para as brincadeiras com os amigos? Eu e a minha irmã contávamos grandes histórias com nossas bonecas, assim como contamos histórias maiores ainda com nossos amigos. Nós criávamos personagens, criávamos situações e resoluções e alguma vez já parou para pensar que ali você estava criando uma história? 

Eu cresci, assim como minha irmã e meu amigos também e conforme vamos crescendo descobrimos que a vida é uma eterna jornada de aprendizado e vamos aprendendo através de nossas experiências. Meus amigos já não criavam mais histórias, agora eles preferiam contar a própria, porém, curiosamente, eu continuei. No começo era algo que eu fazia apenas por fazer, porque tinha vontade de contar alguma coisa que me vinha à cabeça, com o tempo percebi que o buraco é muito mais em baixo isso ia além da simples vontade de escrever.

A minha primeira experiência como fã maluca e iludida de algo foi lá pelos meus 13/14 anos, eu descobri Jonas Brothers e foi amor a primeira vista. Quem já foi fã alucinado por algo sabe muito bem como esse sentimento é confuso e muito louco, a minha cabeça estava uma loucura, cheia de sentimentos que simplesmente não tinham para onde ir (na verdade eu mal entendia eles), então me atormentavam o tempo inteiro. Eis que descobri as famosas webs novelas, mais especificamente as que eram sobre Jonas Brothers, e começar uma web foi a melhor e mais eficaz forma de aliviar todo esse sentimento acumulado de fã. 

E assim seguiu por diversas vezes, sempre que os sentimentos se acumulavam na minha cabeça ao terminar uma saga incrível, ou depois de ter assistindo um filme maravilhoso, o que eu fazia era escrever algo que englobasse aquela história, aquele universo, nunca eram projetos ambiciosos, ou que eu tinha pretensão de terminá-los (e principalmente postá-los), apenas era a forma de aliviar todo o sentimento preso. Eu nunca havia parado para pensar no motivo que me levava à fazer isso, eu apenas sentava e escrevia algo, então alguns minutos depois um peso imenso parecia ter sido tirado de cima das minhas costas. 

Mais tarde descobri com muita alegria que eu escrevo por total necessidade de aliviar um cérebro que cria de mais da conta (o que não é ruim, longe disso), não é só questão de querer escrever, eu preciso escrever. Hoje não tem nada melhor do que sentar, seja em frente ao notebook ou com o celular em mãos, e simplesmente escrever, colocar para fora todas aquelas ideias amontoadas e dar espaço para que novas ideias venham. 

Eu não escrevo para publicar uma história na internet, eu não escrevo para fulano, ou para sicrano, eu escrevo porque preciso contar para mim as histórias que nenhuma outra pessoa vai (ou pode) me contar. 

4 comentários

Write comentários
Júlia S
AUTHOR
21 de março de 2016 16:53 delete

Primeiro, algumas citações que me fizeram gritar:
"e começar uma web foi a melhor e mais eficaz forma de aliviar todo esse sentimento acumulado de fã."
"eu escrevo porque preciso contar para mim as histórias que nenhuma outra pessoa vai (ou pode) me contar. "

Sério, você arrasou nesse post! Lembro muito bem quando comecei a escrever fanfics, comecei no site webnovelas e depois fui para o orkut, onde eu consegui adentrar ainda mais nesse mundo. Depois que entrei, não consegui mais sair. Para mim escrever já é uma coisa que abrange um monte outra milhões. Eu escrevo porque escrever é tudo que me resta, escrever me causa tanta coisa, é um amor tão confuso e louco que não é explicável. Eu quero escrever para as pessoas também porque acredito fielmente que uma história não é apenas uma história, é uma arma contra a ignorância, é um protesto, é dar a alguém a chance de (se) reconhecer e (se) descobrir de alguma forma, de conseguir fazer alguém entender algo através de um compilado de metonímias, de uma ficção. Eu escrevo para mim e para os outros também, escrevo por amor, escrevo por ter dificuldade em falar. Acho que não existe nada mais lindo que a escrita, seja poesia escrita ou cantada, seja uma história, um conto, uma frase.

Reply
avatar
21 de março de 2016 20:54 delete

Eu acho que é uma coisa de escritor não ser muito bom em falar, eu simplesmente não consigo fazer grandes demonstrações de carinho falando, a garganta embola e eu tenho vontade de chorar hahaha então se preciso dizer algo para alguém eu escrevo, além de ser mais fácil de entender, já que não vou estar gaguejando, eu consigo me expressão infinitamente melhor. Essa é a minha completa zona de conforto <3
Eu acho que eu escrevo muito mais para mim do que para qualquer pessoa, de todo o processo de desenvolver uma história, desde criando ela até o momento em que está prontinha para postar, o meu preferido é justamente escrever, tanto que eu tenho uma baita preguiça de revisar e postar hahaha eu gosto de escrever e depois ficar lendo.
Escrever é uma coisa muito engraçada, porque eu nunca pensei "quero ser escritora", foi uma coisa que comecei por pura curiosidade e quando me dei conta eu não podia mais viver sem.
Fico feliz de verdade em saber que você gostou do post <3 adorei poder contar esse pedacinho de mim haha

Reply
avatar
Kelly Mathies
AUTHOR
22 de março de 2016 04:55 delete

Te entendo perfeitamente, moça. Escrever não é nem mesmo um hobby direito, é só um jeito que a gente encontra de aliviar as coisas, de colocar aqueles sentimentos e momentos que estão nos sufocando por hora. É uma coisa deliciosa de se fazer. Tem muita gente que pergunta se faço isso porque me obrigam ou porque eu não tenho nada melhor pra fazer com a vida E OLHA SÓ A QUE PONTO CHEGAMOS. E concordo muito quando diz que escreve mais para si do que para os outros, porque é bem verdade mesmo. Adorei demais o post ♥

Reply
avatar
30 de março de 2016 07:11 delete

É engraçada a reação das pessoas quando você fala que escreve, a primeira pergunta que normalmente me fazer é "mas como assim?" hsuahusa e ai depois ficam querendo saber como escrevo, de onde vem as ideias... Eu adoro isso! Porque as pessoas acham a coisa mais surpreendente do mundo encontrar alguém que escreve histórias.
Awn, obrigada! Escrevi esse post de coração <3

Reply
avatar

O que dizer dessa pessoa que está escrevendo um comentário? TE CONSIDERO PAKAS!