RESENHA: GUERRA CIVIL

12:35 2 Comments A+ a-


Desde o último trailer de Capitão América: Guerra Civil eu só consigo pensar em uma coisa: GUERRA CIVIL! É claro. Eu estava bem, estava bem de verdade, até que inesperadamente surgiu um Homem Aranha no final do trailer e isso destruiu as minhas estruturas e agora estou sofrendo de ansiedade. Muito obrigada Marvel, era tudo o que eu precisava em minha vida. Não, é sério: era tudo o que eu precisava um motivo para viver.

Eu estava lendo as comics, porque finalmente tinha encontrado um site onde todos os capítulos estavam lindamente organizados por ordem de acontecimentos! Eis que O SITE SAIU DO AR, então me lembrei que eu tinha o livro (ok, na verdade nunca tinha esquecido, era preguiça de ler mesmo) e resolvi finalmente encarar as páginas dele. 

Basicamente Guerra Civil é uma guerra... Civil. Não. Os super heróis não estavam sendo mais tão bem vistos pelo governo e o povo dos EUA, certo dia os Novos Guerreiros, um grupo de jovens heróis, estavam gravando outro episódio do seu really show, que por sinal não estava indo muito bem de audiência e na tentativa trazer os expectadores de volta os heróis resolvem enfrentar um grupo de vilões, diga-se de passagem, que eram areia de mais para os caminhõesinhos jovens deles, termina que um dos vilões (Nitro) causa uma explosão que resulta na morte de centenas de pessoas em Stamford. O atentado acaba virando a gota d’água que o governo precisava para colocar “coleiras” nos heróis, assim surge a Lei do Registro, que basicamente obrigada todos os super humanos a se registrarem e trabalharem como agentes para o governo e quem não segue a lei é preso. E é nesse momento que surge os já conhecidos Team Cap e Team Iron Man, onde Homem de Ferro é um dos porta-voz, investidor e aplicador da tal lei (é tipo: Tony rainha, o resto nadinha) e Capitão América defende a liberdade dos heróis. 

Essa história é uma grande divisora de águas, porque é um momento onde você não vê heróis lutando contra um super vilão que quer envenenar a água da cidade, ou tendo que enfrentar alguma ameaça vinda do outro lado da galáxia. Aqui você vê heróis contra heróis, cada um defendendo aquilo que acredita. É uma história que mostra o que vem depois dessas grandes brigas, pois o que vemos é: os heróis venceram os vilões e todos estão salvos. Porém, como dizem por ai, o buraco é muito mais em baixo. À que custo eles conseguiram salvar a cidade? Ou “salvar”... Explicando da forma mais simples possível, Guerra Civil é sobre consequências, é uma história que mostra o lado mais humano possível que existe dentro de cada super humano, ou vigilante. 

Guerra Civil vai te fazer em várias ocasiões questionar: qual é o lado certo nessa briga? E eu adorei isso! Desde que comecei a ter os primeiros contatos com a história, sempre fui declaradamente Team Cap, por N motivos que não vou dizer para acabar não dizendo de mais, porém a cada capítulo que eu lia o meu lado era questionado na mesma medida em que eu questionada o outro, teve muitos momentos em que fiquei dividida de verdade (mas continuo Team Cap, flw?).

O livro trabalha de diversos pontos de vista, assim como nas comics, e dou um destaque especial a Sue Storm (ou Richards). Ela é simplesmente espetacular durante o livro inteiro, Sue é tão convicta naquilo que acredita e está tão determinada a lutar pelo o que é certo, que ela chega a tomar algumas decisões que no papel de mãe e esposa não deve ter sido nada fácil. 

A parte final da história é um negócio frenético, chega em um ponto que você não consegue simplesmente parar de ler e ir fazer outra coisa, você PRECISA saber o que vem a seguir. É literalmente tiro, porrada e bomba. 

Já curte a Marvel? Então leia! Ainda não conhece a Marvel direito? Então leia também! É uma história incrível sobre conflitos e questionamentos, afinal o que pode acontecer quando pessoas com tanto poder em mãos resolvem brigar por aquilo que acredita?



PS: Eu falei que o site onde eu estava lendo Guerra Civil saiu do ar, mas tem um outro site, onde eu espero que esteja tudo certinho, pois pretendo continuar lendo por ele, se você também quiser ler é o hqonline.

2 comentários

Write comentários
20 de março de 2016 19:40 delete

Este post me deixou ainda mais ansiosa, muito obrigada. :( uhaushaushas
Não li o livro e queria que você tivesse dito quais são esses N motivos por ser Team Cap, gosto de ler spoiler mesmo, to nem aí. Por enquanto sou Team Iron Man, já que esse filme não estreia logo, ta foda ficar esperando. Mas vamos ver depois que eu assistir, porém independente da minha escolha ou das escolhas dos outros, só digo uma coisa que você já disse antes: TONY RAINHA, O RESTO NADINHA. uhasuhaus

Prazer, Jéssica

Reply
avatar
21 de março de 2016 20:46 delete

Então eu não falei porque ia ter muitos spoilers e o post ficaria MUITO grande, porque tem muita coisa para ser discutida, na verdade estava até pensando em fazer um post só sobre isso.
Já que você não liga para os spoilers eu conto aqui, SPOILER ABAIXO só avisando caso agluém leia:
Minha aversão de verdade é com a lei, porque eu acho ela injusta com os heróis e o Aranha é a prova disso, dizem que quem se registra terá proteção, mas o Peter se ferra horrores e quem já teve, ou ainda tem, contato com ele também se ferra. Ele leva uma porrada de processos da parte do Clarim Diario, porque na hora que o Jameson descobre que o Peter é o Homem Aranha o homem vira o capeta e quer ferrar ele de todas as formas possíveis, a escola onde Peter era professor também é atacada e tem um momento que a Tia May leva um tiro, ou seja, a lei ferrou ele e as pessoas à volta dele.
Agora o que me levou a ser Team Cap. Em primeiro lugar, ambos os lados defendem coisas certas, mas a execução é de forma errada. Um dos principais motivos que me fez ficar contra o Tony foi: como principal herói apoiando a lei do registro em alguns momentos eles faz algumas coisas para tornar o lado dele mais forte, um exemplo, logo no começo (isso nas hqs, no livro não teve esse momento) a lei ainda não estava em vigor, Tony é atacado em Washington DC (eu não lembro por quem) e isso faz as pessoas ficaram do lado dele, mas depois você descobre que o Tony pagou o cara pra atacar ele. E outra coisa, sacanagem total, no começo da saga o Tony dá um uniforme novo para o Homem Aranha, um uniforme bem diferente do que ele costumava usar, cheio de tecnologia e tal, porém, depois de muita coisa já ter rolado e o Peter começar a ter dúvidas se ele está do lado certo, o Tony vê que ele está em dúvida e os dois tem um briga feia e ai descobrimos que Tony manipula totalmente o traje do Homem Aranha (mas Peter foi mais esperto, ele já sabia disso e fez uns paranâues pro Tony não ter controle total). E depois dessa briga o Peter é quase morto (salvo pelo Justiceiro) e aqui vai outra coisa que é bem duvidosa: vilões que aceitaram o registro começam a trabalhar para SHIELD no melhor estilo Esquadrão Suicida.
No livro eu achei o Tony bem mais "de boa", porque na hq tinha hora que ele fazia o meu sangue ferver de tão ótario que ele era. Mas apesar dele mostrar ser um baita idiota em alguns momentos, a pior pessoa nessa saga é sem dúvida a Maria Hill, em vários momentos o Tony tem que peitar ela, porque ela passa dos limites, por exemplo, nesse momento que quase matam o Peter, é ela que está comandando a operação.
Mas é como eu falei, são dois lados defendendo coisas certas, porém a forma como executam são erradas, eu acabei ficando Team Cap por eles defenderem aquilo que eu achava estar mais certo, porque a lei do registro apesar de trazer boas coisas como treinamento para os heróis e um controle muito maior dos estragos das brigas pelas ruas, ela oferecia o perigo da identidade secreta revelada para o mundo e ainda quem se recusa a se registrar e é capturado fica na merda, porque é preso e enquanto não aceitar se registrar vai ficar preso em uma prisão que nem na Terra fica hsauhsuahuas
Então a história no filme vai ser bem diferente, acredito que não vai ter essa coisa do Aranha se revelar, ai tem também a questão da falta de personagens, porque alguns bem importantes ou ainda não apareceram no MCU ainda, ou nem estão com a Marvel Studios, que é o caso da Sue e do Reed, ai temos Demolidor, que apesar da série, não sei nem se tem chances dele aparecer em algum filme (EU ESPERO DE VERDADE QUE SIM, ele tem uma das cenas mais fodas da saga), tem também o Golias, a morte dele acaba sendo a verdadeira divisora de águas dentro da história, é o que serve pra levar o Aranha pro lado do Cap.
Ah, e o Tony não é vilão da história como muitas pessoas fazem parecer, como falei ele faz umas merdas, mas todo mundo nessa história em algum momento faz uma merda e a Hill é MUITO pior que ele.

Reply
avatar

O que dizer dessa pessoa que está escrevendo um comentário? TE CONSIDERO PAKAS!