A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA PARA SUA HISTÓRIA

11:48 5 Comments A+ a-


Sem dúvida o local onde a história se passa é um dos pontos mais importantes da mesma, é nela onde nossos protagonistas vivem suas confusões, se encontram, se desencontram, vivem os melhores momento, os mais infelizes também. À época também é um fator importantíssimo, pois ela dirige os costumes, as expressões, as ações, seja pra um personagem que segue os costumes a risca, ou aquele “à frente do seu tempo". 

Cultura, linguagem, costumes. Todos são pontos de extrema importância em uma narrativa, eles trazem a veracidade, aquele sentimento de realidade a trama. E a forma de tornar isso convincente é pesquisando e entendendo o local e a época em que sua história se passa. 

Não estou dizendo que as coisas devem ser 100 por cento verídicas, pois a não ser que você viva naquele lugar e naquela época, ou conheça alguém que vive, você nunca vai conseguir descrever com total exatidão. Mas por outro lado, isso não descarta a possibilidade de ser o mínimo realista e convincente possível. 

Hoje temos uma grande ferramenta a nosso favor, a qual todos são bem familiarizados: a internet. Sem desculpas que não tem livros, que não tem acesso fácil a uma biblioteca, com um celular em mãos e internet você pode fazer uma boa pesquisa. 

Nem sempre tive esse pensamento. Hoje toda e qualquer história que começo, principalmente as que não se passam em meus país, minha época, eu faço uma pesquisa. E vou admitir que tem se tornado uma das minhas partes preferidas da criação, porque além de ser de grande importância pra história, eu acabo aprendendo muita coisa. 

Quando fui começar a escrever A Corrida do Ouro, que pra quem viu na página “Projetos” a história se passa no Velho Oeste. Apesar de tudo acontecer em um país fictício, eu quis manter muitas coisas da época e aprendi que o Velho Oeste dos filmes, não é bem como o verdadeiro Velho Oeste. E hoje tenho blocos e mais blocos de anotações sobre a época, que servem como referências pra enriquecer a história.

Uma coisa que caiu no meu conhecimento recentemente são os sites das cidades, muitas cidades por todo o mundo tem seu próprio site, sendo uma fonte extremamente confiável pra você utilizar em suas pesquisas. Esses site são ricos de informações, com páginas sobre os pontos importantes, praças públicas, calendário de eventos, feriados, muitas imagens, serviços públicos, etc. Então utilize essa ferramenta de fácil acesso e aberta a qualquer um, com informações relevantes e verídicas. 

Citei muito a questão de lugares e época, mas isso não descarta a importância de uma boa pesquisa com questões de doenças, distúrbios e tantos outros assuntos. Tudo aquilo que você não tem conhecimento, ou tem dúvidas se realmente é o que você pensa, é mais do recomendado você ir em busca de informações e dados. Nunca é de mais se preparar.

No começo pode bater aquela preguiça em ficar abrindo página atrás de página, coletando infinitas informações sobre algo, eu também sinto isso. Mas quando se começa, você percebe que é um trabalho tranquilo e quando se dá conta já está há um tempão lendo.  

Esse post faz parte do projeto BEDA – Blog Every Day August, que consiste em postar algo todos os dias durante todo o mês de Agosto, promovido pelo grupo Rotaroots.

5 comentários

Write comentários
Luly
AUTHOR
8 de agosto de 2015 17:36 delete

Simplesmente amei seu post e concordo tanto, tanto, tanto que nem vou saber expressar o quanto. Me irrita profundamente livro com *pequenos erros* que poderiam muito bem ser corrigidos com um pouquinho de força de vontade e 5 minutos de pesquisa. Poucas na vida são tão maravilhosas quanto uma história bem estruturada com um autor que se preocupou em trazê-la para o mundo real!

Reply
avatar
8 de agosto de 2015 17:41 delete

Dona Gabi, mais uma vez amei seu comentário. Pois é. Sonho/pesadelos fazem parte do meu dia a dia e desenvolvi até bruxismo com isso. :/ :/

O que mais me encanta numa história é o fato de aprender sobre um lugar e cultura que não conheço. E dá pra ver quando a pesquisa foi meia boca, não convence.

Vivo alternando os autores e épocas dos livros pra descobrir mais sobre esse mundao louco de Deus. E quando há um carinho e atenção na pesquisa, nos costumes passados, nos detalhes a gente percebe e fica apaixonado. *-*

Beijos, ótimo texto. ♡

Reply
avatar
8 de agosto de 2015 17:43 delete

Dona Gabi, mais uma vez amei seu comentário. Pois é. Sonho/pesadelos fazem parte do meu dia a dia e desenvolvi até bruxismo com isso. :/ :/

O que mais me encanta numa história é o fato de aprender sobre um lugar e cultura que não conheço. E dá pra ver quando a pesquisa foi meia boca, não convence.

Vivo alternando os autores e épocas dos livros pra descobrir mais sobre esse mundao louco de Deus. E quando há um carinho e atenção na pesquisa, nos costumes passados, nos detalhes a gente percebe e fica apaixonado. *-*

Beijos, ótimo texto. ♡

Reply
avatar
9 de agosto de 2015 12:20 delete

Sim! Eu antes não ligava pra isso, até perceber o quão errada estava sendo. Hoje tudo que vou fazer, começo pelo menos com uma pesquisa rápida e eu acho tão legal. Esses dias estava lendo sobre moda dos anos 40/50 pra uma fanfic, aprendi coisas interessantes de verdade, coisas que não só acrescentam conteúdo pra história, como também é bom até pro meu conhecimento. Hoje sou grande incentivadora da pesquisa \o hahahhah

Reply
avatar
9 de agosto de 2015 12:39 delete

Dona Gabi, eu ri hahaha tenho a leve impressão de que alguém me chama assim, mas agora eu não lembro quem é... hsuahas
E não é que hoje eu tive um leve pesadelo? hahaha não me lembro direito o que era, mas tinha alguma coisa a ver com investigação de corpos e as minhas cadelas estavam meio doidonas, agora eu não lembro mais como era, mas era algum coisa assim...
Sim! Livros/histórias estão ai para nos entretermos, mas isso não significa que não podemos aprender nos divertindo também. Quantas vezes já me apaixonei por um lugar, só por causa de um livro que li <3

Reply
avatar

O que dizer dessa pessoa que está escrevendo um comentário? TE CONSIDERO PAKAS!